terça-feira, 5 de outubro de 2021

De um lado ao outro

Cai o olhar 
no vazio do além 
e soluça-se no respirar do gosto 
feito prazer de um estar presente 
contente por se sentir 
ainda um pouco acompanhado 
perdendo-se entre poesia 
de um e de outro lado

11 comentários:

  1. Linda poesia deste olhar sutil sobre este dois lados de ser e devanear. Amei. Bjs

    ResponderEliminar
  2. A Poesia, tem a capacidade de construir pontes, derrubar muros e alargar horizontes!

    Um dia lindo para ti, Fá.
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  3. Belo poema. Foto magistral a fazer lembra a minha terra
    .
    Uma semana feliz … cumprimentos
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderEliminar
  4. Que excelente aliança, um poema visual e um poema escrito!

    Muito bem!!!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Perfeição: poema e música, adoreiiiii!!!
    Beijinhos
    Valéria

    ResponderEliminar
  6. La poesía y escribir hace que el mundo se vuelve mágico. Te mando un beso

    ResponderEliminar
  7. Gostei do poema, é magnífico.
    Beijo, querida amiga Fá.

    ResponderEliminar
  8. As pontes, em sentido real ou figurado, são elementos de superação de dificuldades...
    Belo poema, Fá. Beijinhos
    ~~~~

    ResponderEliminar
  9. Gostei de ler e ver!

    Ane🌺
    De Outro Mundo

    ResponderEliminar
  10. Um poema de liberdade total.
    De conteúdo, e de enquadramento visual.
    Gostei

    ResponderEliminar
  11. Imagem interessante e um belo poema. Feliz Natal querida. Tudo de bom neste dia e tbm no Natal. Bjs

    ResponderEliminar

«A vida é escrita em curtas frases e não em grandes livros, por isso escreva uma frase de cada dia porque escrever um "livro" completo de uma vez só é perda de tempo!» (Gherheai)

poderá também gostar de: